terça-feira, 7 de abril de 2015

Brisa o vento..



Brisa, algo tão lindo,leve.. Vento quando fica mais violento.. É algo com o qual a gente não consegue lidar, não consegue atrepar nem ter preso a nada, sinonimo de liberdade... Uma das coisas que mais adoro e sentir o vento leve, na minha cara, quando ando de bicicleta, de mota o simplesmente a caminhar. É aquele sopro que nos faz arrepiar, nos faz sentir um formigueiro no interior o uma calma inigualável... Como poderia eu dizer a uma sensação similar? Bem, a verdade e que não consigo.
Transmitir tantas sensações diferentes, no mesmo dia ou momento, varia pelo animo, pelo lugar, pela própria disposição a deixar-me levar pela sensação... Quantas veces para sentir mais alguma coisa fecho os olhos? Quantas veces para viver algo intensamente fecho os olhos? Inclusive para viajar no passado, nos momentos que ainda nem vive me perco a imaginar com os olhos fechados...
Então quando estou na praia, nos rochedos ou simplesmente numa esplanada acompanhada dessa brisa leve e perdida nos meus pensamentos, no meu mundo simplesmente a ouvir uma musica só aceitei pelos meus ouvidos mágicos.. Mágicos porque mais ninguém  ouve o que me desperta ou me faz perder-me esses segundos, minutos ou instantes, com essa só testemunha da brisa leve ou o vento violento...