quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Com que letra eu vou?

 
Ultimamente não estou esperando coisas boas, e nem ruins, de nada e nem de ninguém. Por mim, tanto faz, cansei de criar falsas expectativas.
Caio Fernando Abreu

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Sonhei contigo e foi bom...


Hoje sonhei contigo, nunca tinha sonhado contigo neste nível, deste jeito… Nem sei por onde veio esse sonho, pois a um tempo que não falo contigo e ao deitar-me não foste meu pensamento… Deve ter sido em aquela fase antes de acordar, pois não me lembro de mas nada depois desse momento…
Foi tão real! Meu Deus mesmo… Quando abri meus olhos, ainda tinha as sensações a flor de pele, esse abraço que ninguém queria largar, como si quiséssemos falar através dele os nossos silêncios…Abraço quente, aconselham-te, um bem-estar nesses segundos que parecido ser minutos…Tu e eu, a não querer largar, apertar, a pedir desculpas pela ausência sem palavras… Aquele momento no corredor da minha casa, arrepiante o teu poder nesse momento, o meu, simplesmente o nosso, pois não conseguíamos falar nos momentos com palavras e foi todo a base dos gestos, da caricia, olhar e o momento que me fiz acordar, o último, aquele que ainda agora sinto depois de já ter passado algumas horas…
 Foi um sonho o qual nunca se deu na realidade, talvez por isso tanto o espanto e tanta a emoção sentida nesse momento… Acordei no calor da minha cama, não me mexi, simplesmente abri os olhos devagar e pensei em ti, pensei em si já pensas-te em mim neste tempo, si houve algum pensamento… Pensei com saudade e melancolia, deseje-te bom dia baixinho e tentei aproveitar os últimos minutos que tinha para poder dormir, mas foi em vão… Pois continuava a sentir esses arrepios, fiquei perdida na expressão da tua cara e em aquele olhar, aquele abraço… Fiquei perdida no sonho até o despertador me lembrar que tinha de sair do meu mundo é ir a vida real… Olha para ele, vi o te contacto, desenhos se um leve sorriso na minha cara e diz a tua foto “Sonhe contigo, foi muito boa a sensação, tenho saudades tuas…Espero que estejas bem” Mas nada te diz, simplesmente comecei um novo dia…
 
Não procure alguém que te complete. Complete a si mesmo e procure alguém que te transborde. 
Clarice Lispector

domingo, 27 de novembro de 2011

Quantas vezes?


Quantas vezes as pessoas se arrependem de ter sido sinceras? De expressar em tudo o que se nos passa pela cabeça e pelo coração? Talvez falar e abrir essa caixinha pequena pela qual a nossa vida tem sentido chamado coração? Quantas vezes damos por nos a pensar em coisas que podíamos ter mudado o feito de outro jeito mas na altura foi mas forte? Quantas vezes falamos com o coração na boca sem pensar no logo, no depois ou no amanhã? 
Bem, eu sou uma dessas pessoas que fala sempre com o coração a frente, sem pensar muito bem no amanhã, sem medir muito bem as consequências das minhas palavras nesses momentos.. A pesar de levar tempo nesta vida, continuo a ser assim, continua a falar sempre com o coração na boca e a razão escondida perante varias questões as quais não consigo responder... Muitas vezes, a vida nos manda perguntas as quais não temos as respostas certas e quando as achamos mandamos umas novas... O interessante deste caminho chamado de vida, e que sempre teremos perguntas, sempre teremos respostas... Só não sabemos si serão aquelas que nós queremos ou precisamos de ouvir, si as teremos no timing certo..Eu tenho varias perguntas a fazer, também tenho as respostas a essas perguntas... O que não sei, e si estão certas, por isso, entretanto, deixo a vida continuar a passar sem pensar muito nelas, esperando que ele me de as respostas certas, já que não quero ouvir a verdade do meu feeling, porque muitas vezes, ele doí com a sua brutal sinceridade e acerto!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Mas um saga que adoro!


Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado. Sem nada dizer…
Shakespeare

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Todo muda, todo passa...


Todo passa, todo muda, os sonhos, as pessoas, os amigos...Todo se renova e temos de acompanhar as próprias opções que nós tomamos e que a vida toma por nós muitas vezes.. Querendo o não todo muda, todo passa... Por isso mas vale escolhermos o que queremos que dure a nosso lado, na nossa vida, deixando que coisas que nada aportem, que nós faça mal, desapareça como o fumo pelo ar... Deixara um breve rastro na memoria, um cheiro particular, mas ira embora das nossas vidas... Sorrir, tenta sorrir sempre, pois semelharas pequenos & grandes momentos de felicidade que amanhã poderiam converter-se em grandes & pequenos momentos inesquecíveis... Sei sempre tu, não mudes por ninguém, pois ninguém merece tua mudança.. Porque todo passa, todo muda e tu sempre estarás ai...

domingo, 20 de novembro de 2011

Assim sei!

 
Não peço uma palavra, não peço nenhum gesto, não peço nenhuma musica... Não peço nada, pois pelo simples motivo de ser pedido, deixa de ser dado espontaneamente o por necessidade da outra pessoa.. 
Deixe de pedir seja o que for, deixe de dizer as minhas necessidades, meus desejos, meus sentimentos, as minhas verdades... Limito-me ao que queiram dar, ao que me queiram oferecer livremente, assim é do jeito que ficou a saber o que sou para as pessoas... Si tem saudades minhas, procuram-me, si querem dizer algo carinhoso, o dizem, si precisam de estar comigo, procuram jeito... 
Deixe de ser eu a dar o primeiro passo, só o dou por aquelas pessoas que são constantes, aquelas que por mim se preocupam.. Aquelas que vem o meu olhar e perguntam"Que se passa, estas bem?" Aquelas que pelo meu silencio sabem que alguma coisa se esta passar.. 
Cheguei a este ponto, porque deixe de procurar nas pessoas aquilo que preciso, deixe de criar expectativas nas pessoas e depois ter que lidar com as desilusões... Meu coração continua a bater forte ante as adversidades, posso mostrar ou não mostrar de muitos jeitos diferentes, mas quando a gente nada espera, só temos a ganhar.

 Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros.

Confuncio

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Hoje é teu dia!


Hoje é teu aniversario, já dei os parabéns, e o primeiro sentimento que tive ao escrever foi "Meu Deus, sinto tantas saudades tuas!!!"
Saudades de tua amizade incondicional mas sincero, todas as que fazia merda e tu me davas na cabeça, todas as nossas loucuras, nossos lanches o serões incomparables... Nossas conversas triviais a cuscar do nosso entorno, simplesmente rir-nos de gente anónima que víamos pelas ruas por alguma estupidez que as duas nós lembrava-mos... Aquele bolo acompanhado do nosso espumante falando e abrindo as nossas almas pela noite dentro...As noitadas a dançar simplesmente a liberdade a nossa alma, deixando os nossos fantasmas la fora para estarmos uma noite sem dramas, sem pensamentos, sentindo a musica e deixarmos levar por isso... O café a meio da tarde numa esplanada, nossas viagens nas ferias sozinhas que foram as melhores aventuras da minha vida...Os banhos na praia a luz da lua o numa tempestade em quanto esperavas por mim na areia a rir-te incontroladamente, tirando fotos de nossa loucura ou simplesmente a fazer um ritual só nosso e que tu me ensinaste... Aquela partilha diária da nossas vidas com nosso jeito próprio da viver, sem a julgar, sem concordar muitas vezes, mas sempre a nos apoiar e perto... Aquela tua frase"Amaia, tu não aprendes com os erros?Fogo, mereces muito melhor..És mesmo tola!" Aqueles raros mas valiosíssimos abraços, ou quando te fugia uma palavra que raramente nós duas o dizíamos, pois nossa ligação tudo dizia... Tenho saudades de ti, de um dos meus pilares na vida, de uma AMIGA que ninguém suplanta e a qual tenho diariamente um bom pensamento...Amo-te como minha irmã, desejo-te todo o melhor que a vida te possa dar,luz,harmonia, amor,saúde e cima de tudo, PAZ.

Lembrança é quando, mesmo sem autorização, o seu pensamento representa um capítulo.
Adriana Falcão

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Saudades...


Saudade dum olhar de ternura, saudades de pegar a minha mão em quanto caminho ou estou tomar num café...Saudades duma leve caricia na minha cara, um leve sussurro ao ouvido dizendo alguma palavra, um contacto de outros lábios e desfrutar outro sabor... Saudades de ouvir uma voz que faça tremer o meu interior ou dum sorriso que simplesmente pelo ver, se desenha automaticamente outra na minha cara...Em fim, saudades dessa palavra que é fácil de dizer mas muito difícil de o sentir...Saudades de estar apaixonada.

Aproveite bem as pequenas coisas; algum dia você vai descobrir que elas eram grandes.
Robert Brault

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Saltar na chuva


AMEI!!!Amei meu momento de loucura particular...Pegar, com meus fones,a dar a musica que precisava de descarregar,meter-me em meio da chuva e saltar na maior poça de agua que achei!Dançar feita uma criança a divertir-me sem pensar em mas nada, simplesmente tirar para fora todo o que levo cá dentro...Rir, cantar e deixar que todos meus sentimentos sai-sem...Alegria, euforia, tristeza ,raiva, cumplicidade...Tudo, pasei de cantar a rir compulsivamente, de saltar quase a cair pois vi que tu também la ias...Cumpri, durei o tempo que minha musica toda duro..Meu Deus foi tão bom voltar a sentir-me tão livre... Sem me importar de nada, sem me preocupar de nada, só queria deixar fluir esses momentos e foi único... Liberte-me, durante uns minutos não foi de ninguém, foi simplesmente aquela Amaia do qual eu sou apaixonada, aquela que mostro sua essência tão simples, pegando, saltando, cantando e rindo sem pensar no amanhã...Saudades de mim mesma que senti...
Prometo que o farei mas vezes...Prometo que cada dia me libertarei mas de todo o que já não me serve... Prometo que seria livre eternamente, pois minha alma sempre falara mas alto...


segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Uma sms inesperada...


Chove la fora,mesmo,dias assim nós fazem pensar em essa vozinha que muitas vezes abafamos,a mim, me faz interiorizar mas aquelas pequenas sensações que diariamente surgem em pequenos impulsos... A espera de ir a trabalhar e hoje acordei a pensar em aquela pessoa que já foi meu caminho... A vida da tantas voltas...Passam as horas,os dias e á pessoas que nunca saim dentro de nós, pois ficaram com um pedaço da nossa alma..Como eu digo, quando alguém ama, mas ama mesmo, nunca conseguimos guardar rancor a essa pessoa, nem termos um mal pensamento,porque um pedaço de nós sempre lá permanece...  Da minha parte contigo, já passamos muito,juntas,separadas, já lá foram tempos, mas sempre que me lembro de ti o tu me das noticias, uma sorriso cheio de sensações se desenha na minha cara...Hoje senti muita coisa, amanha? Deus dirá..

domingo, 13 de novembro de 2011


Se por acaso eu me desligasse do mundo... Sentiria mesmo minha falta?

sábado, 12 de novembro de 2011


“Viva como se fosse morrer amanhã. Aprenda como se fosse viver para sempre”
Mathama Gandhi

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Fechou os meus olhos,abro a minha mente...


Fechou os meu olhos,abro a minha mente em quanto me deixo invadir pelas memorias aleatórias que minha mente traz em forma de flash fotográfico...Cada emoção, cada sentimento e vivido nesse momento como em aquele dia, tão forte, tão intenso, tão real que não quero abrir os olhos... E continuo ai, a ouvir esta musica que ainda agora descobri e me esta fazer ter esta viagem maravilhosa pelas minhas memorias...
Porque a gente acha que os grandes amores das nossas vidas são aquelas que por algum motivo não deram certo? Talvez porque foram aquelas em las que fomos menos bem sucedidas.... Porque tudo amor vivido,seja um dia, uma semana ou um ano,tem um valor incalculável, tiveram o poder de fazer-nos sentir invenciveis por aqueles breves momentos...
Porque me vem a cabeça aquelas amigas/os que me tiraram um sorriso nos momentos que só tinha vontade de cair, chorar o simplesmente desaparecer? Porque eles me lembraram que a vida é uma viagem tão linda que sempre temos que a traçar com um sorriso, nem que seja leve, pequeno, mas sempre sincero...Nesse breves segundas, a esperança se desenha na forma dum sorriso dando um pequeno brilho aos nossos olhos, a nossas vidas...
Porque me invadem imagens de sítios que já nem me lembrava? Porque foi lá que escrevi pequenos&grandes momentos da minha historia particular, porque foi la que vocês me marcaram,amores, amigos, inimigos....Todos vocês marcaram lá..
Porque me vem a memoria umas frases que nunca mas esqueço? Tanto de esperança no amanhã como de promessas quebradas, mas foram frases que nunca mas esqueço e as quais muitas vezes a memoria se aferra como si não houvesse amanhã...
Sinto saudades de tanta coisa! Tenho esperanças em tantas outras...
Todos os dias tenho um pensamento,mas dum até, o envio através das estrelas, com a esperança de que chegue para o porto enviado..Com minha toda boa intenção,protecção e amor, a pedir para proteger essas pessoas e a pensar que si hoje fosse meu último dia,soubessem o muito que são para mim o quanto marcam...
Continua aquela musica a qual me apaixonei hoje na minha solidão a tocar incessantemente, a ter este efeito de escrever tendo uma lágrima no canto do olho e um leve sorriso em meus lábios...

quarta-feira, 9 de novembro de 2011


A maior força consiste em reconhecer a própria fraqueza. 
J.C Barreau

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Não ando muito bem...


Sentada, a ouvir musica,com um coffe na mão, a olhar pela minha varanda vindo a chuva cair na imensidão do mar..Parei,desta vez parei...Estou em modo de pausa,para absorver esta dor que me tem consumido,para deixar de mostrar que esta todo bem quando isso não corresponde a minha realidade..Deixe de dar carinho ou atenção, quando é o que neste momento, talvez eu mas precise...
Não,não ando muito bem,já estive bem melhor, mas como se diz, a vida é uma montanha russa e neste momento ta la em baixo a espera da energia para poder subir novamente...
Diz-me que tudo valera a pena, que isto passara, que todo ficara melhor, que acordarei a dizer "hoje sim,sinto-me bem"
Como vou conseguir cuidar o ajudar aos outros quando nestes momentos não consigo me ajudar a mim própria? Também vou ser sincera, nem sei como o posso fazer, deve de ser questão de tempo, mas o essencial é quer caminhar, o que nestes momentos me apetece é estar um cadinho sentada, será que posso? 
Tenho precisado de silencio,ontem,hoje e talvez amanhã,tenho tentado levantar meu astral com minha musica e as minhas rotinas habituais, pois não consigo dizer alguém do que preciso, é um defeito talvez. Mas quando me vejas quieta,a olhar no nada, perdida em meu olhar vazio, saberás nesse momento que eu precisarei de ti. Posso não falar, posso não mandar sinais de vida, mas acredita que nesse momento certamente estarei precisando de vocês... 
Meu EU habituo-se a esconder as suas debilidades,as suas carências perante as possíveis magoas que a vida me pode causar as mostrar, isso não significa que tenha deixado de gostar de vocês, que não penso em vocês ou que não preciso de vocês...Isso significa que meu escudo veio para o ar mas meu coração os reclama...Ninguém é obrigado a saber disso, ninguém é obrigado a me procurar o perguntar alguma coisa...A vida fará que as pessoas certas o façam, que não fizer, não guardo rencor, pois como diz, ninguém é obrigado a saber...
Continuo a olhar para minha varanda, deixo de chover, mas eu céu continua cinza ameaçando com chuva e a musica continua a tocar...

segunda-feira, 7 de novembro de 2011


Acho que fiz tudo do jeito melhor, meio torto, talvez, mas tenho tentado da maneira mais bonita que sei.
Caio Abreu

sábado, 5 de novembro de 2011


A parede fica com marcas que não se apagam...


Estava a dormir e meu subconsciente me faz acordar,olho para o relógio e vejo as horas,5:30... Meu primeiro pensamento? Foi uma pessoa.. Levo meia hora escrevendo mentalmente na minha cama,até que ganhei coragem e foi  a buscar meu pc para escrever o que penso ou sento, chamo como quiseres.
A primeira coisa que veio a minha mente, foi aquela historia do miúdo que espetava pregos numa parede cada vez que estava furioso, sabes qual e´? Imagino que sim... Lembre-me da lição que o pai mostro"Filho,lembra-te que cada prego que tires quando tu estas em paz,deixa uma marca que não se apaga na tua parede..."
Pois vem, é um bocado por ai,as coisas são feitas como devem ser nesse momento, só que a cada momento a cabeça fica mas forte e temos a lucidez de ver as coisas como realmente são... Minha cabeça já não se da o trabalho de tentar justificar as acções dos outros, estou sem paciência para isso e teu limite de acção ou de poder marcar, cada dia que passa é menor... Cada dia que passa mas me habituo as coisas, cada dia que passa, menos espero,cada dia que passa, ficou mas longe..
Só sentimos a força que há dentro de nós, quando estilhaçamos algo que nos faz mal. Quando conseguimos enfrentar aqueles medos que nos cercam. Quando vamos em frente mesmo que doa. Quando estamos vivendo mesmo não querendo viver. Quando a vida é um tédio, e mesmo assim você busca uma salvação em qualquer sorrisinho na boca. Quando eu publico meus textos, mesmo que as palavras magoem. É, nessas condições, sentimos como somos fortes por dentro, mesmo que os outros não vejam essa força.
Perguntas tais como,esta todo bem contigo?Como estas? Passam a ter a mesma resposta banal que se da aquelas pessoas que pouco significam na tua vida"esta todo" Sou uma pessoa que evolui com as coisas que mexem comigo, que maiormente são as que dão uma pitada de dor e me fazem lembrar que sou um ser humano que da importância a muitos detalhes,gesto e pouco a palavras...Deixo que pouca gente me toque,seja com um olhar,uma palavra o as faltas dela...E o tempo passa, as coisas acontecem, tudo vai mudando,principalmente eu.

Amo este filme


quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Aquela musica da radio


Parou o relógio, parei mesmo no tempo neste preciso momento.Não porque queria parar, mas parei simplesmente para ver, para escrever, para ver como a chuva se juntou e forma essa melodia tão bonita, talvez até aquela que eu desenhei no inicio de tudo,aquelas que fazem parte da minha vida.
Agora estou em meu canto, parei, pensei para dentro e hoje voltei a ouvir aquela musica novamente na radio.Não posso dizer que causo lágrimas, apenas surpresa de ver as lembranças que ela traz, chegue a casa, procurei,meti a dar e cantei a pleno pulmão!Sem medo,sem receio a despertar saudade numa, dor numa, simplesmente cantei porque sempre amei essa musica por muito que a associe a ti...Deixe-me levar pelo pensamento,sentimentos diferentes que falaram de ti e cima de tudo de mim..A conclusão que tirei é que esta musica sempre lembrara os momentos mas agora a posso cantar com um sorriso na minha cara mas sem esperar nada, sem querer nada,que é o mas importante...Eu sempre olho para frente que é onde esta o caminho.


E que os olhares que nos cercam sejam sempre de luz!
Amém. Amém. Amém!!!
Paulinha Leite

Esta semana...


Esta semana tenho tido tantas emoções diferentes!... Fique a saber o que meu coração reclama, cumpri uma promessa feita num dos piores momentos este ano e tive minha melhor a miga do meu lado a compartir isso tudo..
Foi tão bom ir a aquele lugar com o estado espírito de agora, sem ter aquele torvelinho de emoções negativas..Tu a segurares a minha mão e eu te explicar com o olhar perdido a promessa que tinha feito a última vez que tinha estado nesse lugar. Foi com uma pessoa muito,muito importante que fiz a promessa e cumpria com outra não menos importante...
Sintamo-nos, pedimos um chã e um café, e explique a minha historia com esse lugar, sem lágrimas, sem dor, simplesmente com um leve sorriso de serenidade, com a clara percepção que aquele mau momento foi superado muito bem.. Tua serenidade junto com a minha,deu para abrir é esvaziar a minha alma, com tudo o que aquele sitio me tinha reprimido..Meses sem ir la, a espera de ser o momento certo e com a pessoa certa...
Ao sair de la, olhe para trás e lembre-me duma frase..."Voltaremos ao rio que no rio tudo fica e não é como o mar que tudo leva..." Meu pensamento é"O tempo tudo cura, não faz esquecer,mas sim aprender e fazermos ver si tomamos as atitudes certas"
Posso dizer que me orgulho de minha atitude nesse assunto, de ver que meu coração continua a ser limpo e que nada o fez ficar com rancor...

terça-feira, 1 de novembro de 2011


"Sou apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer."
Clarice Lispector