quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

A magia é coisa de momentos.

 
Estou a ouvir uma musica em quanto olho para o céu estrelado e o mar... escrevo e digo sinceramente, estou sentindo muita melancolia... Fecho os olhos, respiro profundamente e uma lágrima cai deslizando-se pela minha pele... 
Tanta coisa que estou a sentir...Aquela boca, aquele olhar, o sabor da tua pele, aquele cabelo malandro que não obedece,o sorriso que a melhor musica que os meus ouvidos podiam ouvir...Esse cheirinho que é tão só teu, aquele toque no sitio certo, tu a indagar pelos meu pontos fracos..
Todo é tão perfeito quando fecho os olhos e deixo meus sentidos funcionarem... Não sei quem és, nem de onde és, nem o teu nome.. Sei que me assombras em subconsciente aparecendo de forma magica e efimeira...
Fazes acreditar, que essa pessoa anda por ai, a espera de esbarrar na minha vida dando core, musica, brilho e o toque que lê falta.
Volto fechar os olhos para voltar ao ter, e nada... A magia é coisa de momentos, sinto-me frágil, leve, em quanto continuo de olhos fechados e outra lágrima salta...A escuridão, a musica, o céu estrelado e o mar, são testemunhas deste leve momento de encontro com a minha alma, com a minha vontade e o acreditar no amanhã... Sim, eu acredito que alguém, tu, as de conseguir que essa magia voltei para minha vida dum jeito único e que em nesse momento, eu quando abrir os olhos, não os queira mas fechar... Te terei a minha frente a sussurrar aquela frase ao meu ouvido que ainda agora desperta toda essa ternura em mim...

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Recomendo mesmo este cd!

Te echo de menos...Pienso en ti todos los días...Haces parte de mi ser,de mi memoria e simplemente, siempre te voy amar...

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Saudades de mim



Tenho saudades tuas…Tenho mesmo... Dou por mim a ouvir uma música que nestes dias menos bons sempre me acompanha… Não é uma música que a conheças, disso tenho certezas, mas é uma música que me lembra a ti… Lembro aqueles momentos do todo, aqueles momentos do nada…A brincar, a sorrir a vida fazendo-me sentir invencível…
Sou tão eu quando me fazem sentir mesmo a vontade, que a minha verdadeira essência sobressai… Agora aqui, a me analisar, em meu canto, com olhar vazio, com uma leve sorriso ao pensar em mim, não em ti, nem em aquela pessoa que as vezes pode ocupar meu pensamento, mas sim em mim… 
Penso na minha vida, em meu jeito de ser com cada pessoa e sento uma grande saudade de loucura! Sinto falta de pessoa interessantes, pessoas que puxem por mim... Cada dia a gente mas preocupada de brincar e fugir, nem aportam nada, são pessoas que se arrumam num instante…
Eu quero pessoas que me intriguem, que me “obriguem” a querer saber mas, que despertem o instinto de loucura verdadeira que habita dentro de mim e esta adormecida… Que me dêem luta, no bom sentido, que me viciem na adrenalina que só a vida posse… Que me faça correr risco, que faça por em prática o melhor que eu tenho, imaginação…
Tenho saudades sim, do que sou quando tenho as pessoas certas ao meu lado, quando dou por mim a ser muito mas espontânea do normal só porque me apetece, porque quero… Saudades de conversar de mim, do que penso, do que quero fazer, do que posso amar…
Saudades de chorar de tanto me rir, de estar apaixonada loucamente, pois não sei amar de outro jeito… De trocar as voltas a vida, a mim mesma… Tenho saudades duma parte de mim que neste momento esta adormecida a espera do momento certo, da pessoa certa…

sábado, 24 de dezembro de 2011

Quando mas precisamos de nós...



Eu me perguntei porque quando mais precisamos de nós mesmos, geralmente mais nos faltamos.Que estranha escolha é essa, que faz a gente alimentarmos abismos, quando mais precisa valorizar as próprias asas.   
Ana Jácomo

Instantes..

 
Instantes, pequenos instantes, são as que fazem a grande diferença, são os que marcam... Eu sempre digo que a felicidade se baseia em pequenos ou grandes momentos de felicidade,mas não a um estado de felicidade constante,porque sempre acontece alguma coisa que isso modifica...
Sou de aquele tipo de pessoas que corre riscos desnecessários, viajo sempre que posso, vejo muitos anoiteceres,tento ir para praia sempre que tenho vontade, gosto dum café com os amigos...Ando descalça quase o ano todo, quando amo atirou-me de cabeça, sem pensar no amanhã,sem pensar si a outra pessoa também o faz...Sou amiga dos meus amigos 24 horas ao dia...
Sou aquele tipo de pessoa que diz abertamente, sou assim, independentemente de me magoar, de ter sofrido as vezes por causa de ser assim...Não,não me arrependo de nada do que fiz, nem nada do que não fiz... Porque si mudasse alguma coisa, deixaria de ser quem sou e eu, amo me jeito de ser...Gosto e preciso de viver a vida em toda sua grandeza...A gente que não consegue compreender, mas eu preciso de sentir todas as emoções que a vida me pode proporcionar.
O ser humano esta em constante mudança, e eu não ia ser diferente... Mas fechada para gente que podia ter-me tido, que me tenha tido... Mas fechada para as novas pessoas, mas sempre muito afável... Sempre com um sorriso na cara, apesar de poder estar a chorar por dentro...Uma pessoa que tem o poder de poder saber o que realmente se passa em mim...Será bom?É justo? Não sei mas é a realidade...
Vivam o hoje, porque o ontem já passou e o amanhã talvez não estará a teu alcance... Diz que amas,grita ao mundo a tua vontade de todo, faz ver as pessoas que tu sim,mereces estar onde estas!Pois como eu bem diz,todo são instantes, até a própria vida.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Sempre!


Recibi estes desejos e os comparto com vocês...

Não vou desejar que nesse ano encontre paz e felicidade permanentes. Não vou desejar que supere todas as suas metas e vença todos os desafios, encontre alegria no amor, fique rico e seja sempre a pessoa mais linda
e simpática do planeta (mas vou desejar saúde. Porque com saúde não se brinca).
Não vou desejar que 2012 seja o melhor ano de todos os anos de sua vida.365 dias é muito pouco para todas as conquistas, todos os desafios e tudo o mais que deseja fazer, ser e ter.
Esse ano, quero desejar outra coisa.Desejo que se lembre de todas as conquistas que teve. Que olhe para trás e veja tudo o que foi aprendido, se lembre de todas as pessoas que apoiaram e quem você foi em todas essas situações.Que determine a vida que quer levar. De repente não é a que está levando agora, a que seus pais querem que leve. Ou seu amor. Ou seus amigos. Ou sua comunidade. Pare e pense na vida que você quer ter.
Escolha as pessoas que lhe acompanharão. Aquelas que agregam, que lhe dão apoio em todos os momentos. Escolha as que quer
ao seu lado e querem estar ao seu lado.Descubra o que lhe dá prazer e trabalhe
para que seja constante em seu dia-a-dia.
Faça o que você ama e ame o que faz.
Reconheça as características pessoais que não gosta e aprenda a mudá-las (ou aceitá-las). Você pode ser uma pessoa melhor todos os dias. Por que quem você quer ser já está dentro de você. Então, procure. Insista e não desista.
Sim, um ano inteiro é muito pouco para tantos desejos.Então, vamos lá. Procure dentro de você a força que precisa. Suspire fundo. Comece. Agora.
Sua vida está esperando.
Feliz vida para você.
 Personare

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Feliz Natal!

Tenham um natal muito feliz ao lado de todas as pessoas que vocês amam e cima de todo, muita saúde!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

O que eu faço...

O que eu faço, é uma gota no meio de um oceano. Mas sem ela, o oceano será menor.
Madre Teresa de Calcuta

domingo, 18 de dezembro de 2011

Os nossos amigos nos dizem assim..


Os nossos amigos nos dizem assim.. "Quando menos esperares, alguém surgira do nada e te fará feliz, pois si a alguém que merece,esse alguém és tu"... Chega um momento que nem essas palavras te fazem acreditar, pois neste período de espera é muito fácil te perderes...
A momentos de vazio que as pequenas tentações em formas de pessoas, aparecem para tentarem preencher essa saudade...Dão atenção, te fazem ver que tu marcas a diferença nem que seja nesse dez minutos de conversa ou que tua companhia lês faz bem e talvez a deles também te lo fará a ti... Dão momento inesquecíveis, tentando te lembrar como é ser importante para alguém, tentando que tenhas aquele click o qual active a tua loucura...
A gente que segue essa maré e começa alguma coisa chamado de relacionamento que a partida esta destinada para o fracasso, pois tu não tiveste aquele click e no fim terminam por magoar alguém que talvez não merecia...
Mas para mim o pior,é que nesse tempo,podes ter perdido a oportunidade de conhecer a pessoa que activasse o click...Investiste teu precioso tempo em alguém, que só te fazia sentir-te importante, te fazia sentir que a vida dela girava entorno a vocês, mas te esqueceste que numa relação tem de ser dar o mesmo que se recebe e não dar migalhas a quem todo te da...
Para estar por estar com alguém, para iludir alguém,mas vale estar quieta...Essas pessoas,si tu conversas com elas, ficaram mesmo grandes amizades, agora si tu as utilizas para preencher aquele vazio nesse período de carência,perderas a oportunidade de ter uma grande amizade e alguém ao teu lado nós bons e maus momentos...
Eu estou nesse período no qual ninguém amo, não tenho ninguém que me leve a fazer loucuras nem ocupe meu pensamento constantemente e apesar de poder preencher esse vazio com algumas pessoas,prefiro estar quieta e atenta para ver si este destino me apanha desprevenida e tropeço nessa pessoa!

sábado, 17 de dezembro de 2011

Porque esta vida é...

Porque esta vida é muito longa e esse amor é muito forte, então bebe, eu sei com certeza que eu nunca vou deixar você ir.
Sugarfree attraction

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Memoria selectiva...


Memoria selectiva, essa é uma "doença" que todo o mundo sofre, eu ao menos reconheço mesmo que é uma realidade.. A nossa memoria tem a capacidade de reter as coisas mas banais ou ás mas importantes, muito mas ainda com as pessoas que são importantes para mim...
Das pessoas que amo, retém qualquer pequeno detalhe, das que me irritam, retém as coisas que menos gosto, das pessoas comuns,retém gestos... 
Penso em ti, e ele reteve tudo, mesmo,desde o primeiro dia que te vi, desde a primeira sms, até último tempo passado ao teu lado..Quando a gente gosta mesmo, a nossa mente não tem memoria selectiva, mas canaliza os sentimentos de maneira diferente..
As pessoas que realmente são importantes para nós,damos mais margem de manobra, deixamos passar algumas coisas dando uma segunda oportunidade, mas ao igual que fazemos isso, também temos mas facilidade de nos chatear.. A minha má palavra, um gesto que não foi dado mas que nos estávamos a espera sem essa pessoa saber,um olhar que nos pode ter parecido ofensivo... Temos uma sensibilidade diferente, porque nos achamos no direito de que essas pessoas tem de dar sem pedir quando nos precisamos sem eles saberem...
Eu aprendi uma coisa, com umas pessoas é mas fácil de fazer que com outras, mas eu tento não ter expectativas de ninguém, porque assim ninguém me desilude.. Fácil falar, eu sei, até porque não consigo fazer sempre isto, mas muitas vezes me digo a mim mesma "Calma Amaia, eles não sabem, não esperes demais, pois não darão"
É ai vem a memoria selectiva, tentando me lembrar do que fizemos, do que senti, do que me dizes-te, tentando desculpar algumas coisas pois o coração pede mas a mente lembra,"Estas a te esquecer de isto?"
Minhas memorias, fazem de mim o que sou e de ti, de vocês, quase todo se lembra, pois fazem parte de mim de algum modo..

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Os apertados


E era por isso que ela gostava daqueles abraços. Os apertados.Porque era ali que ela encontrava tudo o que havia de mais bonito.
Caio F. Abreu

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Breves momentos


A sentir-me triste,a precisar de alguém para me dar colo, animar ou subir o meu astral...Nesse momento apareces do nada, sem avisar e sorris dessa maneira, envergonhada, apaixonada e com esse olhar que me enfeitiça não conseguindo tirar os meus olhos de teu olhar... Todo a nossa volta desaparece, focando a minha atenção só em ti... No mesmo instante que estas a minha frente desse jeito, o sentimento de tristeza muda, sento paz, amor e cima de todo vontade de estar só contigo... Tiras o cabelo desse jeito, das uma leve caricia na minha cara, falas-me com o olhar, que é a linguagem mas sincera que podemos ter e sorris... Cativas-me com tanta simplicidade, com o jeito de lidares comigo, sabes o que quero, o que preciso... Com a mesma facilidade que apareceste, desapareces, obrigar-me a acordar e reter teu rostro novamente..Um breve momento, um breve sonho novamente contigo, a desconhecida que me tem vindo acudir no mundo da minha fantasia...Continua a perguntar si existes?

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Os 10 mandamentos do coração.


1º Proibido brincar  e magoar.
2º Não entres nele, si tua intenção não for ficar.
3º Se sempre sincero nem que possa doer na hora.
4º Cuida dele, pois assim sempre terás acesso.
5º Ama-me do mesmo jeito que ele o faz.
6º Acreditar sempre na minha sinceridade e carinho.
7º Ouve-me sempre, cima de todo em meu olhar.
8º Confia em mim e não no que possam dizer.
9º Quando precisar do teu, não me ignores.
10º Faz de nos um sempre.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Leis,procuranse..


"...ensinem-me a maneira de dar leis ao coração!"
Florbela Espanca.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

A fe....

Muitas vezes, quando a vida nos da golpes, amarrar-nos a fé, a algo que a gente acredita a pedir respostas, a pedir a razão do porque, a procuras forças que muitas vezes achamos não as ter...Chamem como quiserem, mas a momentos na vida que a gente fica a falar para alguém... Eu não sou muito religiosa, mas tenho a minha própria fé, nada religião reconhecida simplesmente é meu jeito de ver as coisas...
A momentos de reflexão que dou por mim a pedir, a chorar, a querer uma explicação e a dizer que já chega... Mas também tenho momentos nos que me deparo agradecer por ter algumas pessoas ao meu lado, na minha vida...Peço para eles serem felices, pois a felicidade das pessoas que amo, é tão importante quanto a minha... 
Vamos ser sinceros, e dizer mesmo a realidade... A gente lembrasse mas dessas coisas quando todo nos sai furado..Depois temos a sensação que quando começa, vem todo ao mesmo tempo, que nem respirar nos deixam e que desta que a gente desiste... Abandonasse a dor durante uns momentos, cada pessoas tem o seu tempo, o seu ritmo, mas a momentos nos que nada nós importa, simplesmente paramos...Depois, duma conversa com amigos, com alguém especial, com a familia o simplesmente do nada, a alguma coisa que nos da o chamado click! Ganhamos força, coragem e á atitude certa, relembram-do que a nossa vida, a nossa felicidade, esta cima de todo e de todos..Porque uma coisa é certa, amo ver minha gente feliz, mas preciso da minha felicidade, para quando a noite chegar é me encontrar comigo mesma, poder sorrir antes de adormecer e agradecer por tanto...

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011


You always have a choice. It's just that some people make the wrong one.
Nicholas Sparks

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Uma imagem...


Á imagens que nos transbordam para uma outra dimensão na qual só as pessoas que estão dentro de ti alcançam...Hoje dei com uma fotografia tua sem querer, sem contar, e transbordei-te a esse mundo só meu...Muitas imagens passaram pela minha visão, muitos momentos vividos, alguns imaginados, mas o efeito foi o mesmo...Olhar para o nada e rir..Foi interrompida em meu pensamento pela vida real, mas agora escrevo isto para ti...A momentos que ficam para sempre e pessoas que nunca se esquecem...

Importante para alguém...


Quando você é realmente importante para alguém, aquela pessoa sempre vai ter um tempo para você...Sem desculpas, sem mentiras e sem promessas quebradas.
Tati Bernardi

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Alguma vez já pensaram que nasceram para estarem sozinhas?


Olhando para o mar nos 5 minutos de meu mundo que consegui arranjar agora mesmo e a pensar em ti, que não conheço...No amanhã que desconheço... Nas pessoas que já fizeram parte da minha vida, nas que agora fazem parte dela... Penso em ti, que tanto deste ou tiras-te, penso em mim, em como é mudado é o satisfeita que estou por isso...
Alguma vez já pensaram que nasceram para estarem sozinhas? Para compartir a tua vida por períodos de tempo mas não por sempre? Eu já pensei, pois apesar de amar estar com as pessoas, sempre preciso do meu tempo em meu canto... Para fazer as coisas do meu jeito, ter o tempo necessário para pensar nas minhas coisas, poder falar comigo própria sem pensar no que alguém possa dizer ou achar...
Sou uma pessoa que precisa do amor, não vou negar algo que vem na minha natureza,sem amor,sem paixão, para mim, nada vale a pena... A vida sem amor não tem piada, mas também sou aquele tipo de pessoa que gosta de estar consigo própria, será que isso é errado? Uma vez alguém me diz que era demasiado independente para estar por longos períodos de tempo com alguém... Que era demasiado independente, que gostava demais fazer as coisas a minha maneira e a meu jeito... Talvez sim, talvez não...Só sei que quando amo, amo mesmo e disponibilizo o meu tempo no transcurso da relação sem arrependimento e sem pensar "Amanhã ainda estarei cá?"

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011


Aceitar o que não se pode mudar revela sabedoria. Confie na vida. Ela sabe o que é melhor para você. 
Zibia Gasparetto

domingo, 4 de dezembro de 2011

Deixas-te uma frase em meu telemóvel!


Não te conheço pessoalmente, não sei teu nome, não sei de onde és, mas hoje, hoje sonhe contigo! Aqueles olhos e sorriso, ficou gravado na minha memoria, teu toque e teu jeito de abordar... De pegares comigo, entrares numa brincadeira que só as duas ficamos a perceber... Rodeada de amigos e só tu eras quem eu não conhecia...
Viste-me dançar, completamente submersa na minha musica, de longe, a rir-te e pegando na minha mão para me levares a beira do grupo de amigos... Aí, começamos a falar de nos, a ver que tínhamos muitas coisas em comum, não retive o teu nome, mas sim a idade, lembro-me que riamos muito, mesmo, ao ponto que as outras pessoas olhavam para tentarem perceber o que se passava e tentarem unir-se a brincadeira... Mas ninguém deu o passo de vierem ao nosso pé, tu com aquele jeito, sabendo meus pontos fracos, em meio da multidão da rua,pegas-te e deste-me um beijo..Meu Deus, perdemos a noção do sitio, das pessoas e dos olhares... Simplesmente deixamo-nos levar pelo que os nossos olhos estavam a pedir e simplesmente amei...
Ao nós separar vimos nossos amigos colados a olhar, a nada perceber, uns chateados, outros supressos mas não ligamos a isso... Simplesmente sorrimos e continuamos a caminhar para nós juntarmos a eles... Continuamos a conversar com apenas uma certeza, íamos a nós voltar encontrar... 
Eu a falar com alguém que o queria fazer nessa hora, sem saber bem o porque disso, mas sem ter muito tempo pois tinha dir, nesse momento foi só um abraço a pessoa e um leve beijo para ti... Deixas-te uma frase em meu telemóvel, a falta de poderes falar pelo teu que devido de ter ficado em casa, que olhe e só abanava a cabeça com um grande sorriso, diz-te um "até logo" baixinho ao ouvido e foi com meus amigos... Mas terminas-te de arranjar jeito de me ligar, falares dois minutos e dizes-te as palavras certas, tão certas que foi a teu encontro levando-te comigo... Tinha uma certeza, a mesma que tu tinhas e dizes-te, querias mas, precisavas de estar comigo  sem saberes o porque, simplesmente precisávamos de nós, da ligação que se crio em aquele bar ao dançar, de aquele olhar abismado das duas na conversa... 
Conheci o amor da minha vida num sonho, e agora? Como farei para saber em que corpo te achar?Como farei para saber si realmente existes? Senti muita coisa, tanto sobre ti, sobre a gente que tava ao redor... Mas cima de tudo, ficou gravado que estas aí,  não muito longe, e que em breve, certamente, apareceras do nada e me voltaras a fazer perder a cabeça com a tua só presença...

sábado, 3 de dezembro de 2011

Hoje a ouvi e lembro-me muita coisa...

Eu não...



Eu não tinha muito a oferece, eu sei…Mas tudo o que eu tinha, era seu!
[Caio F. Abreu]

Linhas tortas...



Eu jamais chegaria a onde cheguei se só andasse em linha recta. Tive que voltar atrás, andar em círculos,perder dias, perder o rumo, perder a paciência e sismar em tentativas aparentemente inúteis para encontrar quase uma direcção, uma provável ponte: a entrada do encontro…
Acertei o caminho não porque segui as setas, mas porque desrespeitei todas as placas de aviso!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

...A viajar com a minha mente a teu lado, sem te pedir nada, sem te dizer nada...


Aqui, rodeada de diversos ruídos, a não dar atenção a nenhum em especial e a pensar..A viajar com a minha mente a teu lado, sem te pedir nada, sem te dizer nada... 
Dou por mim a pensar em si algum momento teu pensamento se cruza com o meu... Se em algum momento das por ti a pensar em mim sem saber o porque, ao igual que eu agora em ti... Sem hora marcada, tanto faz ser de dia, tarde, noite... Eu dou por mim as vezes a pensar, a lembrar e a falar ao vento... Simplesmente por saudade do ontem, de ti, de aqueles momentos de descontração... Me pergunto do porque meu feeling ,mas uma vez, ter dado certo e não ter errado... Do porque as pessoas são inconstantes de muitas vezes dão por feito as coisas e não as alimentam mas... 
Tu a caminhar pela tua vida sem saber que neste momento meu pensamento todo esta focado em ti... Meu olhar perdido no vazio, vê a tua imagem, como gosto da recordar, não como quando te vi a última vez... Tenho a imagem dessa pessoa que conheci e dum certo modo, me cativo...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Com que letra eu vou?

 
Ultimamente não estou esperando coisas boas, e nem ruins, de nada e nem de ninguém. Por mim, tanto faz, cansei de criar falsas expectativas.
Caio Fernando Abreu

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Sonhei contigo e foi bom...


Hoje sonhei contigo, nunca tinha sonhado contigo neste nível, deste jeito… Nem sei por onde veio esse sonho, pois a um tempo que não falo contigo e ao deitar-me não foste meu pensamento… Deve ter sido em aquela fase antes de acordar, pois não me lembro de mas nada depois desse momento…
Foi tão real! Meu Deus mesmo… Quando abri meus olhos, ainda tinha as sensações a flor de pele, esse abraço que ninguém queria largar, como si quiséssemos falar através dele os nossos silêncios…Abraço quente, aconselham-te, um bem-estar nesses segundos que parecido ser minutos…Tu e eu, a não querer largar, apertar, a pedir desculpas pela ausência sem palavras… Aquele momento no corredor da minha casa, arrepiante o teu poder nesse momento, o meu, simplesmente o nosso, pois não conseguíamos falar nos momentos com palavras e foi todo a base dos gestos, da caricia, olhar e o momento que me fiz acordar, o último, aquele que ainda agora sinto depois de já ter passado algumas horas…
 Foi um sonho o qual nunca se deu na realidade, talvez por isso tanto o espanto e tanta a emoção sentida nesse momento… Acordei no calor da minha cama, não me mexi, simplesmente abri os olhos devagar e pensei em ti, pensei em si já pensas-te em mim neste tempo, si houve algum pensamento… Pensei com saudade e melancolia, deseje-te bom dia baixinho e tentei aproveitar os últimos minutos que tinha para poder dormir, mas foi em vão… Pois continuava a sentir esses arrepios, fiquei perdida na expressão da tua cara e em aquele olhar, aquele abraço… Fiquei perdida no sonho até o despertador me lembrar que tinha de sair do meu mundo é ir a vida real… Olha para ele, vi o te contacto, desenhos se um leve sorriso na minha cara e diz a tua foto “Sonhe contigo, foi muito boa a sensação, tenho saudades tuas…Espero que estejas bem” Mas nada te diz, simplesmente comecei um novo dia…
 
Não procure alguém que te complete. Complete a si mesmo e procure alguém que te transborde. 
Clarice Lispector

domingo, 27 de novembro de 2011

Quantas vezes?


Quantas vezes as pessoas se arrependem de ter sido sinceras? De expressar em tudo o que se nos passa pela cabeça e pelo coração? Talvez falar e abrir essa caixinha pequena pela qual a nossa vida tem sentido chamado coração? Quantas vezes damos por nos a pensar em coisas que podíamos ter mudado o feito de outro jeito mas na altura foi mas forte? Quantas vezes falamos com o coração na boca sem pensar no logo, no depois ou no amanhã? 
Bem, eu sou uma dessas pessoas que fala sempre com o coração a frente, sem pensar muito bem no amanhã, sem medir muito bem as consequências das minhas palavras nesses momentos.. A pesar de levar tempo nesta vida, continuo a ser assim, continua a falar sempre com o coração na boca e a razão escondida perante varias questões as quais não consigo responder... Muitas vezes, a vida nos manda perguntas as quais não temos as respostas certas e quando as achamos mandamos umas novas... O interessante deste caminho chamado de vida, e que sempre teremos perguntas, sempre teremos respostas... Só não sabemos si serão aquelas que nós queremos ou precisamos de ouvir, si as teremos no timing certo..Eu tenho varias perguntas a fazer, também tenho as respostas a essas perguntas... O que não sei, e si estão certas, por isso, entretanto, deixo a vida continuar a passar sem pensar muito nelas, esperando que ele me de as respostas certas, já que não quero ouvir a verdade do meu feeling, porque muitas vezes, ele doí com a sua brutal sinceridade e acerto!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Mas um saga que adoro!


Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado. Sem nada dizer…
Shakespeare

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Todo muda, todo passa...


Todo passa, todo muda, os sonhos, as pessoas, os amigos...Todo se renova e temos de acompanhar as próprias opções que nós tomamos e que a vida toma por nós muitas vezes.. Querendo o não todo muda, todo passa... Por isso mas vale escolhermos o que queremos que dure a nosso lado, na nossa vida, deixando que coisas que nada aportem, que nós faça mal, desapareça como o fumo pelo ar... Deixara um breve rastro na memoria, um cheiro particular, mas ira embora das nossas vidas... Sorrir, tenta sorrir sempre, pois semelharas pequenos & grandes momentos de felicidade que amanhã poderiam converter-se em grandes & pequenos momentos inesquecíveis... Sei sempre tu, não mudes por ninguém, pois ninguém merece tua mudança.. Porque todo passa, todo muda e tu sempre estarás ai...

domingo, 20 de novembro de 2011

Assim sei!

 
Não peço uma palavra, não peço nenhum gesto, não peço nenhuma musica... Não peço nada, pois pelo simples motivo de ser pedido, deixa de ser dado espontaneamente o por necessidade da outra pessoa.. 
Deixe de pedir seja o que for, deixe de dizer as minhas necessidades, meus desejos, meus sentimentos, as minhas verdades... Limito-me ao que queiram dar, ao que me queiram oferecer livremente, assim é do jeito que ficou a saber o que sou para as pessoas... Si tem saudades minhas, procuram-me, si querem dizer algo carinhoso, o dizem, si precisam de estar comigo, procuram jeito... 
Deixe de ser eu a dar o primeiro passo, só o dou por aquelas pessoas que são constantes, aquelas que por mim se preocupam.. Aquelas que vem o meu olhar e perguntam"Que se passa, estas bem?" Aquelas que pelo meu silencio sabem que alguma coisa se esta passar.. 
Cheguei a este ponto, porque deixe de procurar nas pessoas aquilo que preciso, deixe de criar expectativas nas pessoas e depois ter que lidar com as desilusões... Meu coração continua a bater forte ante as adversidades, posso mostrar ou não mostrar de muitos jeitos diferentes, mas quando a gente nada espera, só temos a ganhar.

 Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros.

Confuncio

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Hoje é teu dia!


Hoje é teu aniversario, já dei os parabéns, e o primeiro sentimento que tive ao escrever foi "Meu Deus, sinto tantas saudades tuas!!!"
Saudades de tua amizade incondicional mas sincero, todas as que fazia merda e tu me davas na cabeça, todas as nossas loucuras, nossos lanches o serões incomparables... Nossas conversas triviais a cuscar do nosso entorno, simplesmente rir-nos de gente anónima que víamos pelas ruas por alguma estupidez que as duas nós lembrava-mos... Aquele bolo acompanhado do nosso espumante falando e abrindo as nossas almas pela noite dentro...As noitadas a dançar simplesmente a liberdade a nossa alma, deixando os nossos fantasmas la fora para estarmos uma noite sem dramas, sem pensamentos, sentindo a musica e deixarmos levar por isso... O café a meio da tarde numa esplanada, nossas viagens nas ferias sozinhas que foram as melhores aventuras da minha vida...Os banhos na praia a luz da lua o numa tempestade em quanto esperavas por mim na areia a rir-te incontroladamente, tirando fotos de nossa loucura ou simplesmente a fazer um ritual só nosso e que tu me ensinaste... Aquela partilha diária da nossas vidas com nosso jeito próprio da viver, sem a julgar, sem concordar muitas vezes, mas sempre a nos apoiar e perto... Aquela tua frase"Amaia, tu não aprendes com os erros?Fogo, mereces muito melhor..És mesmo tola!" Aqueles raros mas valiosíssimos abraços, ou quando te fugia uma palavra que raramente nós duas o dizíamos, pois nossa ligação tudo dizia... Tenho saudades de ti, de um dos meus pilares na vida, de uma AMIGA que ninguém suplanta e a qual tenho diariamente um bom pensamento...Amo-te como minha irmã, desejo-te todo o melhor que a vida te possa dar,luz,harmonia, amor,saúde e cima de tudo, PAZ.

Lembrança é quando, mesmo sem autorização, o seu pensamento representa um capítulo.
Adriana Falcão

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Saudades...


Saudade dum olhar de ternura, saudades de pegar a minha mão em quanto caminho ou estou tomar num café...Saudades duma leve caricia na minha cara, um leve sussurro ao ouvido dizendo alguma palavra, um contacto de outros lábios e desfrutar outro sabor... Saudades de ouvir uma voz que faça tremer o meu interior ou dum sorriso que simplesmente pelo ver, se desenha automaticamente outra na minha cara...Em fim, saudades dessa palavra que é fácil de dizer mas muito difícil de o sentir...Saudades de estar apaixonada.