quarta-feira, 8 de abril de 2015

Sejamos a Dorys...



Vive de peito aberto, é a melhor maneira de não deixar nada por fazer, nada por dizer e viver! O amanhã começou a fazer, ou a partir de manhã... Deixes-se disso, de desculpas e  mil e um motivos intermitentes para não fazer uma única. Ora, sejamos impulsivas, façamos o que nos diz o instinto e palpite nesse momento. Va, usamos a desculpas de hoje será o dia que saco a criança que levo dentro de mim e farei esta estupidez! Para mi nem estupidez é, porque o bom que tem fazer isso, é que ao menos farás o que nem esse momento sentes e queres mesmo. Deixe-mos de preconceito,do que o de ao lado possa pensar e vamos s ter um momento divertido sem consequências, vivamos de peito aberto.
Quando me quero lembra de algo divertido a nível referencia, meto a Dorys "a procura de Nemo" Porque muitas veces ter essa "memoria" de peixe é uma bênção, vivesse sem medo, divertes-te esse momento e tudo para ti é uma primera vez. Vamos ser a Dorys por uma hora,um día o uma vida eterna.. Sejamos verdadeiros, únicos e reais, porque ninguém e certo, isso deixaria de ter piada e seriamos robot.