terça-feira, 8 de maio de 2012


Num momento, no que o refugio interior é a minha casa, dou por mim a ter muitos silêncios... Só a me ouvir, a me conhecer melhor e a traçar este meu caminho... Invariavelmente das coisas que posso estar a pensar o sentir, estou muito sossegada...Digamos que se viesse um camião a vir a minha frente me ria sem mais... Já vivi tanta coisa, e ainda muitas mais que me faltam por viver, digo eu... Mais quando me sento em paz comigo mesma, não tenho pressas para nada... Tomo meu tempo para mim, tenho de confessar que amo estar comigo mesma, sento-me bem com isso... Claro que gostaria de estar com algumas pessoas sempre que eu quisesse, mais quando isso não pode ser possível, por vários motivos, prefiro ficar sozinha... A gente que acha que estar só e o mesmo que solidão, meu Deus, que erradas estão essas pessoas... 
Gostaria de desafiar a muita gente se elas conseguem estarem com elas próprias, um dia em silencio, sem procurar ninguém, simplesmente a dedicar-se a pessoa mais importante nesta vida, nós próprias... 
Eu amo-me muito a mim mesma, já ouve alturas na vida que isso não foi bem assim, mais de tudo se aprende... Ter orgulho em nós mesmo é mesmo necessário para poder chegar ao que é meu objectivo de vida..
Objectivo de vida? Ser feliz cima de tudo, fiel a mim mesma, fazer feliz alguém, preencher aos meus amigos e família e poder compartir isso ao lado de alguém que também o queira...É simples de dizer, o complicado é que aconteça...Mais de ai este lindo desafio da vida, estejamos preparados em caso disso não acontecer e nunca desistir do que queremos...Eu não consigo,nunca foi de desistir, mais sim de mudar de caminho...