segunda-feira, 23 de maio de 2011

Medo



 Penso que o amor se da dum jeito natural, sem pensar no amanhã, pois nesses momentos sentimos-nos indescritíveis… O problema e quando alguém dos dois o deixar do fazer apesar do sentir… Ai tudo muda e todo acaba… Medo… É a palavra que nos procuramos, que nos sentimos, quem o deixo de dar pelo medo e que o deixo de ter por quem o dava… 
Duas vidas mudam, drasticamente, uma por opção e outro por obrigação… A gente comete tantos erros derivado a esse sentimento... A pessoas que deitam a felicidade fora por terem bloqueado, a gente que o usa como desculpa para resolver situações nas quais não acham explicação…O problema, é quando a gente se esconde trás ele e nunca mais tenta resolver os assuntos pendentes.  Que fazer perante algo que nos não percebemos nem conseguimos ajudar? Quando a pessoa com medo decide se afastar a espera do tempo resolver algo que não pode? Nesses momentos pensamos tanta coisa... O único que queremos e que esse medo seja enfrentado, que lute pelo sentimento tão único, mais não sempre temos o que a gente quer e não todas as pessoas querem enfrentar esse pequeno-grande monstro... Enfrente-no! A vida é tão corta e breve, que num simples instante, podemos perder aquela pessoa... A gente que passa uma vida a procura dessa pessoa, esse jeito e nunca a acha... Será que merece a pena deixar-se vencer pelo medo e ficar com aquela incógnita de "
Será que hoje estaria com ela? Será que já me esqueceu? Porque tive aquela decisão o falta dela?Será..." Conseguem viver com assuntos pendentes?
Amo-te não é uma palavra qualquer, não se diz deliberadamente, só se diz quando  se sente mesmo, não se consegue deixar do sentir em minutos, em horas ou em dias… Quando é de verdade, dura mesmo muito tempo, será que todo o mundo sabe amar?