terça-feira, 7 de junho de 2011


Fecho os olhos, deixo que meus medos me invadam, que me façam questionar de todo,do ontem,do hoje e do amanhã...Deixo que saiam sorrisos ,lágrimas e até um grito foge, com força, com raiva, com uma vontade que faz reagir abrindo os olhos ficando perdida olhando para o horizonte... Para este mar que é minha melhor confidente, que com essa imensidão, leva todo o que lê pertence, até a minhas palavras leva, com a esperança de não as trazer mais... Era tão fácil si só com aquele grito todo mudasse, se com a sinceridade de meu olhar, minha lágrima, meu sorriso... Com todo isso ficasse todo bem... 
Libertei minha alma, cresci nesse momento, sei o que quero para mim, sei o que tenho de fazer para isso, tenho amigas e apoio... Lutar contra natura já é doca que chegue para mim, mais estou a conseguir, ficarei mais forte, serei melhor pessoa e voltarei aqui,para dar um grito de raiva novamente,para o mar, mais com uma mensagem diferente...Voltei para mostrar que o grito fez-me acordar,para mostrar que sou feliz,para mostrar que estou no caminho, de pé novamente...
Como alguém que amo muito me diz..."Para próxima vez vamos a ver o rio, pois ele nada nos tira, nada leva, simplesmente deixa as coisas sem sobressaltos..."